7 tendências dos serviços farmacêuticos para 2020

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Os serviços farmacêuticos vem crescendo a passos largos no mercado farmacêutico brasileiro. Segundo dados da Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), o número de farmácias com consultórios farmacêuticos chegou a 3 mil em 2019, alcançando mais de 5 milhões de atendimentos realizados no triênio 2017-2019. Muitos tem se perguntado sobre quais são as tendências deste movimento.

Nas quase 80 mil farmácias existentes no Brasil, estima-se que 10% já disponham de algum tipo de serviço farmacêutico implementado. Nas grandes redes, esse número já chega perto de 30%. Traçando um paralelo com mercados mais maduros, como os Estados Unidos, serviços farmacêuticos como a vacinação estão presentes em mais de 75% das farmácias daquele país. Portanto, há muito espaço para crescimento.

Mas ainda existem barreiras que impedem a expansão mais rápida deste modelo no país. A principal delas é regulatória, uma vez que a Anvisa ainda não publicou novas normas sobre testes laboratoriais remotos (TLR) em farmácias e não atualizou a ultrapassada RDC 44/2009. A expectativa do setor é que essas barreiras sejam superadas no próximo ano.

Neste contexto, vamos analisar 7 tendências dos serviços farmacêuticos que devem se destacar durante o ano de 2020.

#1 Ampliação dos serviços farmacêuticos básicos

Serviços como medida da pressão arterial, teste de glicemia, aplicação de injetáveis e colocação de brincos formam a base dos serviços ofertados por muitas farmácias. São serviços importantes, porém com ticket-médio baixo e que já não geram tanto diferencial.

Observa-se uma tendência em ampliar o leque desses serviços básicos, acrescentando novos checkups e avaliações de saúde, como medidas corporais, bioimpedância, avaliação de asma, avaliação de saúde mental, avaliação a gestantes, entre outros . O objetivo é diversificar a oferta, atendendo a necessidades de maior quantidade de públicos e fornecendo um rol de procedimentos para acompanhamento de diversos tipos de doenças crônicas.

#2 Adesão ao tratamento através dos serviços farmacêuticos

Adesão ao tratamento é considerada um conceito-chave para os serviços farmacêuticos. Diversos estudos internacionais indicam que 50% dos pacientes perdem adesão ou mesmo abandonam o tratamento após 6 meses de uso da medicação. Aumentar a adesão é a medida mais impactante que podemos ter para melhorar a saúde dos pacientes crônicos. Além disso, nenhuma ação de marketing se compara ao potencial do aumento na adesão aos medicamentos sobre o faturamento da farmácia.

Para promover adesão ao tratamento, o principal tipo de serviço consiste em gerenciar a medicação do paciente, conectando a dispensação agendada de medicamentos com o acompanhamento dos resultados da farmacoterapia. Tudo isso embarcado em tecnologia, a fim de dar ganho de escala. Diversas farmácias começam a trabalhar nesse sentido, e esta é um forte tendência nos serviços farmacêuticos do próximo ano.

👉O que mais de 5 mil farmacêuticos do Brasil estão fazendo, menos você? 👀 Descubra aqui.

#3 Vendas consultivas

A prescrição farmacêutica para produtos isentos de receita médica vem se consolidando no Brasil. O papel do farmacêutico na indicação e recomendação de tratamentos é cultural e histórico, mas a novidade é que isso hoje está sendo feito de uma forma muito mais profissional: dentro do consultório e por escrito. Adquirir medicamentos para autocuidado desse modo se mostra mais seguro para o paciente.

Há trabalhos mostrando que a cada 10 recomendações feitas por um farmacêutico, 9 se convertem na aquisição do produto pelo paciente. Trata-se, portanto, de uma ação com grande influência no comportamento do paciente ou consumidor. Promover a consulta farmacêutica para problemas de baixa gravidade, gerando uma venda qualificada e consultiva dentro da farmácia, já vem sendo propagado como importante estratégia no setor e é uma tendência forte para 2020.

#4 Vacinação na farmácia

Muitas farmácias já oferecem serviço de vacinação, portanto você poderia imaginar que essa não é uma tendência para o ano que vem. Muito pelo contrário. O próximo ano será o terceiro ano da liberação da vacinação em farmácias pela Anvisa, tempo suficiente para que as vigilâncias sanitárias locais tenham aprendido mais sobre o assunto. Assim, há uma tendência de maior eficiência na liberação desses serviços. Isso irá estimular mais farmácias a aderirem.

Além disso, crescerá a oferta de cursos de capacitação para farmacêuticos vacinadores, item obrigatório pelo Conselho Federal de Farmácia. Com mais profissionais preparados e autorizados a vacinar, também há um estímulo natural de crescimento desses serviços.

Baixe agora o checklist para implantação de serviços de vacinação

#5 Testes Rápidos

Talvez essa seja a maior tendência em se tratando de serviços farmacêuticos no próximo ano. Ofertar testes laboratoriais remotos (TLR) agrega muito valor à farmácia e aumenta a resolutividade do cuidado farmacêutico. Os resultados das farmácias pioneiras nesse serviço impressionam, tanto em termos do impacto sobre o acesso à saúde, qualidade dos encaminhamentos, como pelo ponto de vista financeiro.

Mas não se engane. Oferecer um bom serviço de TLR não é tarefa das mais simples. Tome cuidado com equipamentos de baixa qualidade ou exames pouco confiáveis. Busque um serviço completo que inclua laboratório clínico vinculado, software, gestão da qualidade, capacitação, suporte científico, além de metodologias analíticas reconhecidas. Um exame com resultado incorreto pode causar mais danos do que benefícios ao seu negócio.

Ilustração de quantos farmacêuticos usam Clinicarx

Baixe agora nosso guia de testes rápidos para farmácias

#6 Telemedicina

O atendimento médico remoto, seja por vídeo ou chat, é um fato que está se impondo. Apesar do Conselho Federal de Medicina (CFM) ter voltado atrás no assunto, é consenso entre especialistas de que a telemedicina veio para ficar.

O que isso tem a haver com a farmácia? No momento em que escrevo este artigo, já dispomos de ferramentas que permitem ao farmacêutico solicitar uma consulta médica remota ao seu paciente dentro da farmácia. E isso já é totalmente legal, segundo a Resolução CFM 1643/2002. Contar com auxílio médico à distância, durante o atendimento farmacêutico, é mais uma tendência que poderá fortalecer muito o papel da farmácia no sistema de saúde, facilitando a vida de milhões de brasileiros.

#7 Profissionalizar a gestão dos serviços farmacêuticos

Todo esse avanço nos serviços farmacêuticos não se sustentará, se não houver uma gestão profissional por trás. O primeiro engano de muitas farmácias ainda é prestar muitos serviços farmacêuticos de forma gratuita. Isso é um erro. Mesmo os serviços básicos devem ser cobrados, ainda que sejam baratos. Aquilo que é de graça não tem valor.

sustentabilidade dos serviços depende de trabalhar todo espectro possível, ampliando o mix de serviços ofertados. Além disso, trabalhar com metas claras, modelos de remuneração do farmacêutico, indicadores e gerenciamento diário são ações fundamentais para o sucesso de qualquer projeto. Trate os serviços farmacêuticos com a mesma seriedade que você trata a gestão completa da sua empresa. Essa é mais uma forte tendência para o ano que vem.

Boa sorte em seus projetos e feliz 2020!

Básico

Recursos
Essenciais
  •  

pro

Qualidade & Profissionalismo
  •  
Popular

premium

Experiência Completa
  •  

Sobre nós

Clinicarx é a Plataforma de Serviços Farmacêuticos mais utilizada do Brasil. Nós organizamos tudo para que você ofereça serviços de saúde em sua farmácia.

Post Relacionados

Experimente grátis por
30 dias

Acompanhe

O que é o Clinicarx?

EXPERIMENTE O CLINICARX AGORA MESMO POR 30 DIAS!

2019 Clinicarx, todos os direitos reservados. Política de Privacidade   Edifício Fleming – Av. Mal. Humberto de Alencar Castelo Branco, 131 – Curitiba/PR  |   CNPJ: 26.740.121/0001-63