7 dúvidas mais comuns sobre serviços de saúde em farmácias

serviços de saúde em farmácias
Este artigo é para você que tem dúvidas sobre serviços de saúde em farmácias. Iremos abordar:
 
  • o que são serviços de saúde;
  • como são esses serviços nas farmácias;
  • como oferecê-los na sua farmácia.

 

Hoje em dia as pessoas buscam cuidar da saúde de forma ágil, prática e conveniente, e os serviços de saúde em farmácias se tornaram essenciais nesse movimento.

Os serviços farmacêuticos cresceram exponencialmente nos últimos anos e a sua necessidade se fez notável, em especial com a oferta de testes rápidos e vacinação.

Você, farmacêutico, que quer começar a oferecer mais aos seus clientes, têm dúvidas?

Nós esclarecemos para você as principais perguntas sobre os serviços de saúde em farmácias

Entendendo o que são e quais são os serviços de saúde em farmácias

1. O que são os serviços farmacêuticos?

Serviços farmacêuticos são aqueles serviços de cuidado à saúde, prestados por farmacêuticos aos pacientes em farmácias ou consultórios particulares.

O modelo de prática no qual os serviços farmacêuticos se fundamentam é chamado de “cuidado farmacêutico” ou “atenção farmacêutica”.

Os serviços farmacêuticos tornaram-se uma tendência para as farmácias nos últimos anos, devido aos benefícios de sua implementação, como maior valor ao atendimento, entrega de saúde de qualidade ao paciente, rentabilidade e destaque no mercado para a farmácia.

Existem diversos tipos de serviços que podem ajudar a farmácia e beneficiar a saúde dos clientes.

2. Que serviços clínicos o farmacêutico está autorizado a oferecer?

As atribuições do farmacêutico no campo da farmácia clínica e dos serviços farmacêuticos avançaram muito na última década, e isso começa pela própria formação na graduação.

Estão entre as competências desse profissional ligadas à prestação de serviços de cuidado em saúde, destacam-se:

    • Rastreamento em saúde; 
    • Educação em saúde; 
    • Manejo de problemas de saúde autolimitados;
    • Revisão da farmacoterapia;
    • Gestão  da condição clínica;
    • Entre outros serviços de saúde como: testes rápidos e vacinação. 

Dentre as atribuições clínicas do farmacêutico, na assistência à saúde, destacam-se:

    • Estabelecer e conduzir uma relação de cuidado centrada no paciente;
    • Desenvolver, em colaboração com outros profissionais de saúde, ações para a promoção, proteção e recuperação da saúde, e a prevenção de doenças e de outros problemas de saúde;
    • Realizar intervenções farmacêuticas e emitir parecer farmacêutico a outros profissionais de saúde, com o propósito de auxiliar na seleção, adição, substituição, ajuste ou interrupção da farmacoterapia do paciente;
    • Prover a consulta farmacêutica em consultório farmacêutico ou em outro ambiente adequado que garanta a privacidade do atendimento;
    • Fazer a anamnese farmacêutica, bem como verificar sinais e sintomas, com o propósito de prover cuidado ao paciente;
    • Solicitar exames laboratoriais, no âmbito de sua competência profissional, com a finalidade de monitorar os resultados da farmacoterapia;
    • Avaliar resultados de exames clínico-laboratoriais do paciente, como instrumento para individualização da farmacoterapia;
    • Determinar parâmetros bioquímicos e fisiológicos do paciente, para fins de acompanhamento da farmacoterapia e rastreamento em saúde;
    • Realizar ações de rastreamento em saúde baseadas em evidências técnico-científicas e em consonância com as políticas de saúde vigentes; 
    • Informar, orientar e educar os pacientes, a família, os cuidadores e a sociedade sobre temas relacionados à saúde, ao uso racional de medicamentos e a outras tecnologias em saúde.

3. Que tipos de clientes a farmácia atende com esses serviços?

Com a variedade de serviços de saúde em farmácias, podemos dizer que toda a população pode se beneficiar em diferentes momentos do ciclo de vida (criança, adolescente, adulto e idoso) ou da história natural de doenças.

    • Serviços como procedimentos básicos e avançados podem auxiliar na avaliação de sintomas e fatores de risco, servindo tanto para detecção precoce de doenças, como parâmetros de saúde no acompanhamento de doenças crônicas. 
    • O paciente crônico pode ter na farmácia seu ponto de apoio de acompanhamento da doença, levando relatórios de evolução e avaliação farmacêutica ao médico, agilizando e otimizando o ajuste contínuo do tratamento. 
    • A maioria das vacinas do calendário nacional do setor público e privado podem ser encontradas na farmácia, incluindo vacinas para meningites, HPV, hepatites, influenza, herpes zoster, pneumonias, entre outras. 
    • Serviços de testes rápidos são um recurso importante para detecção precoce de várias doenças, possibilitando encaminhamento rápido e informação acurada para o médico realizar o diagnóstico e prescrever um tratamento. 

Na Clinicarx, o profissional de saúde conta com todos esses serviços padronizados e com algoritmos inteligentes que vão ajudar a guiar o atendimento e dar mais segurança ao farmacêutico.


4. Quanto tempo leva um atendimento na farmácia?

O tempo médio por atendimento fica entre 10 e 15 minutos, dependendo do serviço prestado na sua drogaria ou farmácia.

Na Clinicarx, analisando os mais de 2,8 milhões de atendimentos feitos entre janeiro/2020 e fevereiro/2021, o tempo médio por atendimento no software foi de 13 minutos. Na configuração padrão da agenda da clínica, reservamos 20 minutos para cada atendimento.

Alguns serviços de saúde, como testes rápidos, exigem que o paciente aguarde pelo resultado do exame no equipamento ou cassete, o que pode levar cerca de 15 minutos em alguns casos. 

Por isso, esse tipo de atendimento geralmente vai consumir 20 a 30 minutos da agenda.  Outros serviços, como procedimentos básicos, são mais ágeis e podem levar apenas 5 a 10 minutos.

No acompanhamento de pacientes crônicos, principalmente aqueles que utilizam muitos medicamentos, o farmacêutico pode ficar tentado a passar muito tempo com o paciente, em consultas longas de 30 a 60 minutos, mas esse não é o formato recomendado. 

É preferível que o profissional limite o tempo de consulta, investindo em mais retornos do paciente, abordando os problemas de saúde aos poucos e priorizando as situações mais graves e urgentes.

5. Quais testes rápidos podem ser realizados nas farmácias?

Os testes rápidos podem ser realizados hoje em ambientes como consultórios privados, unidades básicas de saúde, pronto atendimento, empresas, farmácias e até mesmo na casa do paciente. 

São também chamados de “point-of-care testing”.

Os testes rápidos mais procurados em farmácias, são:

Covid-19 IgG/IgM

Covid-19 Antígeno

Beta-HCG (Gravidez)

Glicemia

Hemoglobina Glicada A1c

Perfil Lipídico

Dengue (DUO; IgG/IgM; NS1)

Ácido Úrico

Antígeno Prostático Específico (PSA)

Chikungunya

Covid/Flu A/B Ag

Dímero-D

Estreptococos Grupo A

H. Pylori

Hemoglobina (Hematócrito)

Hepatite B

Hepatite C

Hormônio Luteinizante (LH)

HIV

HIV/Sífilis

Influenza A/B (Gripe)

Malária

Lactato

Proteína C Reativa (PCR)

Rubéola

Sífilis

Toxoplasmose

Vírus Sincicial Respiratório (VSR)

Zika

 

6. Qual o investimento necessário para começar a oferecer?

O investimento depende dos serviços que serão prestados e dos materiais e infraestrutura que você precisará adquirir para iniciar seus serviços.

Sala de Atendimento

Depende muito da necessidade de reforma e do padrão de acabamento desejado. Uma sala básica com divisórias pode sair por menos de R$ 5.000,00. 

A aquisição de móveis e equipamentos básicos, como computador e impressora, pode ficar em torno de R$ 7.000,00.

Além da estrutura física e mobiliário, o investimento em insumos é marginal, pois são itens como álcool 70%, algodão, stopper, papel toalha, entre outros itens normais de consultório.

Procedimentos Básicos e Avançados

Os equipamentos e insumos necessários para esses serviços costumam ter baixo custo. O investimento para adquirir equipamento de pressão, glicosímetro, fita antropométrica e balança gira em torno de  R$ 1.000,00.

Confira mais sobre investimentos pontuais sobre cada serviço aqui.

7. Serviços de saúde em farmácias aumentam as vendas?

Sim, e isso acontece de duas formas diferentes. Uma delas é pela criação de novas oportunidades de vendas geradas pela prestação de serviços.

Um paciente vai a farmácia para receber um serviço e pode adquirir algum medicamento ou produto destinado a melhorar sua saúde, receitados pelo médico ou para problemas detectados pela própria prestação do serviço. 

Falando em números, com a Clinicarx, o farmacêutico Alan Rezende, da PharmaReal, aumentou em aproximadamente 40% seu faturamento

Além de garantir um atendimento personalizado e aumentar a receita, a plataforma ajudou a profissionalizar a operação e valorizar o papel do farmacêutico na atenção primária à saúde.

Existem muitas oportunidades de vendas agregadas para uma série de categorias de produtos de prescrição e isentos de receita médica.

Outra forma de aumentar as vendas é pela fidelização do cliente. Todos os meses, são alguns clientes que compram muitos medicamentos e representam uma parte substancial do seu faturamento. São clientes que “garantem a meta” das vendas da farmácia.

Agora que você já tirou as principais dúvidas que podem surgir na hora de desenhar os seus serviços de saúde em farmácias, não deixe de experimentar gratuitamente a plataforma mais utilizada por farmacêuticos.

Conheça e acesse o plano Free da Clinicarx e comece a oferecer serviços farmacêuticos!

ASSINE A NEWSLETTER E FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

logo clinicarx branca

Nós organizamos tudo para que você ofereça serviços de saúde em sua farmácia.

2021 Clinicarx, todos os direitos reservados. Política de Privacidade
R. Dr. João Evangelista Espíndola, 1559 – Jardim Social, Curitiba/PR
CNPJ: 26.740.121/0001-63. Licença Sanitária 04.234/2019 | Inscrição CRF/PR: 26520 | CNES 0029637
Responsável Técnico Serviços Laboratoriais: Dr. Héron Emmanuel Passos Petris CRF/PR 18.206 l Diretor Farmacêutico: Dr. Cassyano J Correr CRF/PR 11.516