Vacina meningocócica ACWY é incorporada ao SUS

Aplicação de vacina meningocócita

Em 2020, o Ministério da Saúde atualizou o seu calendário de imunizações incluindo a vacina meningocócica ACWY (conjugada), que protege contra quatro sorotipos de meningite bacteriana: A, C, W e Y, e que passa a ser aplicada em adolescentes de 11 e 12 anos.

Todas as Unidades Básicas (UBS) do Sistema Único de Saúde (SUS) já contam com doses únicas da vacina. Além disso, também é oferecida à população a vacina contra o sorotipo C, indicada para bebês: aos 3 e 5 meses e com reforço aos 12 meses.

A meta é imunizar, no mínimo, 80% dos adolescentes brasileiros nesta faixa etária, o que corresponde a 5.621.137 jovens.

Vacina contra meningite no SUS

Atualmente, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Brasil disponibiliza a vacina meningocócica C (conjugada) na rotina de vacinação para as crianças menores de cinco anos. Agora, implementa para os adolescentes de 11 e 12 anos de idade, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

Quem já recebeu a vacina meningocócica C pode ser imunizado com a ACWY, respeitando o intervalo mínimo de um mês após a última dose da meningocócica C.

Dessa forma, os pediatras devem orientar aos pais ou responsáveis legais para procurar a unidade básica de saúde mais próxima e garantir a imunização de seus filhos contra a meningite com a nova vacina ACWY.

“Claro que é importante evitar lugares cheios e aglomerados em tempos de pandemia de Covid-19, mas também não podemos nos descuidar da vacinação de rotina, tomando as doses recomendadas e de reforços. Isso é essencial para que a população não fique ainda mais vulnerável a doenças infecciosas”, ressalta o infectologista Jessé Alves, que também é gerente médico de vacinas da GSK.

Meningite no Brasil

Em 2019, 1.037 ocorrências de meningite foram registradas no Brasil, sendo que as regiões Sudeste (556 casos), Sul (182 casos) e Nordeste (176 casos) apresentaram os maiores números de casos notificados. Esses dados são de acordo com o Ministério da Saúde.

Além das vacinas, o SUS oferece tratamento medicamentoso, indicado para casos de doença meningocócica e meningite por Haemophilus influenzae.

Vacinação nas farmácias

Desde 2017, as farmácias estão autorizadas a prestarem serviços de vacinação, de acordo com a RDC 197/2017 Anvisa.

Entre as vacinas mais aplicadas nas farmácias estão a influenza, HPV, Hepatite e Meningocócicas. As farmácias oferecem vacinação a pacientes de todas das idades.

Se você possui uma farmácia e está interessado(a) em iniciar esse serviços, confira como implementar o serviço de vacinação de uma forma prática.

Artigo reproduzido e adaptado de PEBMED.