Vacina meningocócica ACWY é incorporada ao SUS

Aplicação de vacina meningocócita

Em 2020, o Ministério da Saúde atualizou o seu calendário de imunizações incluindo a vacina meningocócica ACWY (conjugada), que protege contra quatro sorotipos de meningite bacteriana: A, C, W e Y, e que passa a ser aplicada em adolescentes de 11 e 12 anos.

Todas as Unidades Básicas (UBS) do Sistema Único de Saúde (SUS) já contam com doses únicas da vacina. Além disso, também é oferecida à população a vacina contra o sorotipo C, indicada para bebês: aos 3 e 5 meses e com reforço aos 12 meses.

A meta é imunizar, no mínimo, 80% dos adolescentes brasileiros nesta faixa etária, o que corresponde a 5.621.137 jovens.

Vacina contra meningite no SUS

Atualmente, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Brasil disponibiliza a vacina meningocócica C (conjugada) na rotina de vacinação para as crianças menores de cinco anos. Agora, implementa para os adolescentes de 11 e 12 anos de idade, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

Quem já recebeu a vacina meningocócica C pode ser imunizado com a ACWY, respeitando o intervalo mínimo de um mês após a última dose da meningocócica C.

Dessa forma, os pediatras devem orientar aos pais ou responsáveis legais para procurar a unidade básica de saúde mais próxima e garantir a imunização de seus filhos contra a meningite com a nova vacina ACWY.

“Claro que é importante evitar lugares cheios e aglomerados em tempos de pandemia de Covid-19, mas também não podemos nos descuidar da vacinação de rotina, tomando as doses recomendadas e de reforços. Isso é essencial para que a população não fique ainda mais vulnerável a doenças infecciosas”, ressalta o infectologista Jessé Alves, que também é gerente médico de vacinas da GSK.

Meningite no Brasil

Em 2019, 1.037 ocorrências de meningite foram registradas no Brasil, sendo que as regiões Sudeste (556 casos), Sul (182 casos) e Nordeste (176 casos) apresentaram os maiores números de casos notificados. Esses dados são de acordo com o Ministério da Saúde.

Além das vacinas, o SUS oferece tratamento medicamentoso, indicado para casos de doença meningocócica e meningite por Haemophilus influenzae.

Vacinação nas farmácias

Desde 2017, as farmácias estão autorizadas a prestarem serviços de vacinação, de acordo com a RDC 197/2017 Anvisa.

Entre as vacinas mais aplicadas nas farmácias estão a influenza, HPV, Hepatite e Meningocócicas. As farmácias oferecem vacinação a pacientes de todas das idades.

Se você possui uma farmácia e está interessado(a) em iniciar esse serviços, confira como implementar o serviço de vacinação de uma forma prática.

Artigo reproduzido e adaptado de PEBMED.

ASSINE A NEWSLETTER E FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

logo clinicarx branca

Nós organizamos tudo para que você ofereça serviços de saúde em sua farmácia.

2021 Clinicarx, todos os direitos reservados. Política de Privacidade
R. Dr. João Evangelista Espíndola, 1559 – Jardim Social, Curitiba/PR
CNPJ: 26.740.121/0001-63. Licença Sanitária 04.234/2019 | Inscrição CRF/PR: 26520 | CNES 0029637
Responsável Técnico Serviços Laboratoriais: Dr. Héron Emmanuel Passos Petris CRF/PR 18.206 l Diretor Farmacêutico: Dr. Cassyano J Correr CRF/PR 11.516