Descubra como podemos aumentar o faturamento da sua farmácia com serviços farmacêuticos

Saúde mental durante a pandemia: como o farmacêutico pode ajudar?

busca

A pandemia da Covid-19 resultou em mudanças em todo o mundo e a continuidade desse cenário em 2021 despertou ainda mais incertezas sobre o futuro.

Medidas de saúde pública, como o distanciamento social, quarentena e lockdown, seguem sendo adotadas para conter o avanço da doença e a transmissão do vírus de pessoa para pessoa. 

Tudo isso impactou a saúde mental e o comportamento das pessoas. 

Cresceu o número de pessoas com preocupações financeiras, irritabilidade, ansiedade, preocupações com a saúde e dificuldade para dormir. 

O tipo e a gravidade dos problemas de saúde mental podem variar entre indivíduos com diferentes condições de saúde e papéis sociais devido às diferenças no risco de infecção e estilo de vida.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) em 11 países demonstrou que o Brasil lidera os casos de ansiedade e depressão durante a pandemia.

Uma outra pesquisa realizada pela USP sugere que as mulheres são mais afetadas emocionalmente pela pandemia

Os profissionais de saúde também têm sido fortemente impactados e estudos demonstram o aumento de sintomas de depressão, ansiedade, sofrimento psicológico e má qualidade de sono entre eles.

O atual cenário no Brasil também pode ser fonte de preocupação e estresse. Diante disso, o cuidado com a saúde mental se torna ainda mais necessário.

Diversas pessoas vão até as farmácias à procura de medicamentos para amenizar a ansiedade e dormir melhor.

Por isso, vamos ver como o farmacêutico pode ajudar?

Cuidado com a saúde mental na farmácia

É importante que o farmacêutico saiba identificar pacientes com humor deprimido e faça o encaminhamento para outro profissional quando necessário.

Existe uma ferramenta desenvolvida para esse tipo de rastreamento. É um dos instrumentos mais estudados para avaliar depressão na atenção primária: o Patient Health Questionnaire (PHQ).

O PHQ possui duas versões:

  •  PHQ-2 é um teste de duas perguntas utilizado para rastreamento de depressão em pessoas sem diagnóstico ou tratamento. 
  • O PHQ-9 é um teste de nove perguntas utilizado para avaliar o estado clínico da doença e a efetividade do tratamento. 

Com a Clinicarx, você pode aplicar o PHQ de forma simples e rápida durante o atendimento do paciente.

Basta fazer alguns cliques para responder às perguntas do questionário e, a partir das respostas, o sistema faz a análise por você. 

Com o resultado, interpretação e orientações, você terá mais informações para fazer um plano de cuidado e se concentrar no que realmente importa: a pessoa que está à sua frente.

Resultados alterados podem ser encaminhados ao médico. Essa medida pode ajudar a melhorar o resultado do tratamento, elevar a qualidade de vida e prevenir casos graves, que podem levar ao suicídio. 

Medidas de cuidado com a saúde mental 

A aplicação do PHQ durante a consulta farmacêutica é importante para obter informações sobre a saúde mental do paciente. 

Adicionalmente, após avaliar a necessidade de cuidados médicos, você pode sugerir medidas para ajudar no cuidado da saúde mental.

Confira algumas dicas abaixo de como você, farmacêutico, pode ajudar seu paciente:

Pensar na rotina diária

A vida mudou na pandemia. Escrever um plano para o dia ou semana pode ser útil para manter o foco e conseguir manter as atividades diárias. 

Leve isso em consideração de acordo com o estilo de vida do paciente e, se for necessário, faça essa sugestão. 

Conexão com outras pessoas

O distanciamento físico que o momento exige não precisa significar estar longe. Manter o relacionamento e contato com pessoas de confiança é importante para o bem-estar mental. 

Por isso, sugira um meio de manter contato com essas pessoas através de videochamadas ou redes sociais.

No Brasil, existem projetos em que voluntários conversam com idosos para diminuir a solidão na quarentena. 

Cuidar do bem-estar físico

A saúde física tem um grande impacto em como as pessoas se sentem emocionalmente e mentalmente. 

Em momentos como esses, pode ser fácil cair em padrões de comportamento prejudiciais que, por sua vez, podem fazer com que a pessoa se sinta pior. 

Se possível, sugira medidas como refeições saudáveis e bem balanceadas, e beber bastante água para manter a hidratação.

Um outro ponto importante é tentar se manter fisicamente ativo. Oriente os seus pacientes a praticarem exercícios e outras atividades que podem ter um impacto positivo no humor, melhorar o sono e reduzir o estresse e a ansiedade. 

Existem muitas maneiras fáceis de se exercitar e você pode sugerir, por exemplo, canais que ajudam a fazer exercícios em casa.

Cuidar do sono

Sentir ansiedade ou preocupação pode dificultar uma boa noite de sono. 

O sono de boa qualidade faz uma grande diferença em como a pessoa se sente mental e fisicamente, por isso é importante dormir o suficiente. 

Sugira dicas para higienizar o sono e evitar insônia, como: adotar horários regulares de sono, evitar bebidas com cafeína à noite, diminuir a exposição à luz durante a noite e fazer atividades relaxantes à noite.

Conheça a Clinicarx

A Clinicarx ajuda a avaliar a gravidade dos sintomas relacionados à depressão e a acompanhar a eficácia do tratamento de pacientes com diagnóstico. 

Com a plataforma também é possível rastrear pacientes com humor deprimido e identificar se o paciente precisa de cuidados médicos.

Além do PHQ que pode ajudar a salvar vidas e pode ser encontrado dentro da farmácia, ao alcance de todos, existem muitos serviços farmacêuticos que agregam valor ao atendimento.

A Clinicarx pode te ajudar a oferecer todos esses serviços com qualidade na sua farmácia. Confira os nossos planos.

0 0 votos
Avaliação
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

busca

Categorias

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Posts Recentes

Quer saber mais sobre serviços farmacêuticos?

Clinicarx - Logo

Aproveite e veja também