Vacinação para farmacêuticos: confira os cursos disponíveis

vacinação na farmácia

Você quer prestar o serviço de vacinação na sua farmácia e/ou se especializar no assunto? 

Não só na farmácia com o serviço de vacinação, mas em qualquer âmbito profissional, há uma imensa concorrência no mercado atual. Com isso, para se destacar e ter um diferencial competitivo, é necessário se especializar cada vez mais na área.

Infelizmente, a realização de uma graduação não é mais suficiente para garantir o sucesso na carreira. A busca pela capacitação, pelo conhecimento e pela melhoria deve ser constante. Por isso, é fundamental buscar aprender mais a cada dia através de cursos e especializações para poder crescer na carreira.

O que os seus concorrentes estão fazendo?

Segundo o portal Panorama Farmacêutico, com o avanço de 62% no número de salas de atendimento clínico em farmácias do país, cresce também a busca de profissionais por especialização em serviços de cuidados farmacêuticos.

De acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), mais de 16 mil farmacêuticos já concluíram algum curso de capacitação ou graduação dentro do programa de certificação da entidade, nas modalidades online e presencial, entre 2016 e 2019.

Cassyano Correr, farmacêutico, coordenador de Assistência Farmacêutica Avançada da Abrafarma e fundador do Clinicarx aponta que “A farmácia é a porta de entrada do sistema de saúde para a população brasileira, contribuindo para a prevenção de doenças. A transformação nesses estabelecimentos só é possível com a especialização e conhecimento científico desses profissionais”.

Por quê o curso de vacinação é obrigatório para farmacêuticos?

Em 2018, o Conselho Federal de Farmácia publicou a Resolução 654, que dispõe sobre os requisitos necessários à prestação do serviço de vacinação pelo farmacêutico.

Esta resolução criou a figura do “farmacêutico vacinador”, isto é, estabeleceu que o profissional deve passar por um curso presencial de capacitação antes de estar autorizado a aplicar vacinas.

O CFF é responsável por credenciar cursos de formação em vacinação, caso o curso não seja oferecido por uma universidade. O farmacêutico deve realizar o curso e procurar seu Conselho Regional para averbar sua formação, passando a estar apto para prestação do serviço.

Confira alguns cursos disponíveis de formação nesse serviço:

IBRAS: Capacitação em Serviços de Vacinação em Farmácias: da implantação à segurança na prática da aplicação

De acordo com o IBRAS, o curso tem por objetivo tornar os farmacêuticos aptos a implantar no seu consultório farmacêutico o serviço de  aplicação de vacinas, bem como na própria farmácia. Os alunos aprendem todos os requisitos e cuidados para a segurança na aplicação dos medicamentos.

Se interessou? Saiba mais aqui.

Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM)

A SBIM oferece cursos gratuitos sobre princípios básicos de imunização, vacina meningocócica, vacinação em idosos, entre outros.

São cursos à distância, por isso não são suficientes para credenciar o farmacêutico para a vacinação. A formação online deverá ser complementada por curso presencial prático, oferecido por instituição reconhecida.

Confira aqui.

Abrafarma

A Abrafarma oferece cursos livres online de educação continuada na área dos serviços farmacêuticos, com certificação aos profissionais aprovados, com a chancela da Abrafarma.

Há um curso exclusivo sobre “Imunização e administração de vacinas” que vale a pena conferir!

Da mesma forma, o curso online deve ser complementado por curso presencial de aplicação de vacinas para permitir o credenciamento junto ao CRF do seu estado.

Saiba mais aqui.

Não para por aí! Nós entregamos mais uma chave de sucesso pra você!

Confira algumas dicas sobre o serviço de vacinação

Além disso, o que mais podemos oferecer para os seus serviços?

Na Clinicarx, elaboramos um sistema único para controle e registro de aplicações de vacinas na farmácia.

O sistema aumenta a segurança do gesto vacinal, informando ao farmacêutico quais vacinas estão recomendadas para o paciente, que doses já tomou, que doses faltam. Automaticamente identifica as características como idade, sexo, gestação e evita orientações incorretas. Além disso, você pode consultar as informações técnicas mais importantes sobre cada vacina.

Tudo de forma automática!

Selecionada a vacina que o paciente precisa, o sistema irá lhe guiar por algumas perguntas de segurança, alertando sobre situações em que é melhor não aplicar a vacina. Se tudo estiver ok, você seguirá para a aplicação.

Na aplicação, via de administração e local de aplicação são recomendados automaticamente. Não há risco de você aplicar no lugar errado.

Ao final, você fornecerá uma declaração da aplicação ao paciente, sua carteira de vacinação digital e terá todas as informações organizadas para envio ao SI-PNI.

 

Quando o conhecimento e a experiência do profissional se aliam à tecnologia, os processos se tornam mais simples e seguros. Na correria do dia a dia, você garante que cada paciente/cliente tenha o melhor atendimento de forma prática, rápida e segura!

Nós organizamos tudo para que você ofereça serviços de saúde na sua farmácia.

 

Clinicarx amplia serviço de testes rápidos em parceria com ECO Diagnóstica

Clinicarx também é laboratório de análises clínicas

Levar testes rápidos e confiáveis à população, com comodidade e segurança, promovendo mais acesso à saúde.

Esta é a proposta da parceria entre Clinicarx e ECO Diagnóstica, que permite que farmácias e consultórios realizem Testes Laboratoriais Remotos (TLR), ampliando seu rol de serviços prestados.

Para o paciente, mais comodidade e economia de tempo. Para o estabelecimento, oportunidade de diferenciação e aumento da receita. Para os profissionais da saúde, um novo recurso para melhoria do cuidado prestado.

O que é o Clinicarx?

Clinicarx é a plataforma digital que leva serviços de saúde à população, através de farmácias e consultórios. Ela permite a implantação de serviços como avaliações de saúde, acompanhamento de pacientes crônicos, vacinação, prescrição farmacêutica e exames laboratoriais, funcionando também como um prontuário eletrônico.

É líder no mercado de tecnologia voltada a serviços farmacêuticos, operando em redes de farmácias, universidades e consultórios independentes. Entre seus clientes, destacam-se grandes redes de farmácias, como Pague Menos, Drogaria São Paulo e Drogaria Araujo. 

O que é a ECO Diagnóstica?

ECO Diagnóstica é uma empresa brasileira, que oferece equipamentos e insumos de alta qualidade voltados ao Point-of-Care Testing (POCT) e mercado de diagnóstico laboratorial. É pioneira na área, com metodologia analítica de ponta, atendendo a grandes laboratórios em todo país.

Entre seus clientes destacam-se o laboratório Hermes Pardini, Grupo DASA, Hospital Albert Einstein e Grupo Fleury.

Como funciona o serviço?

O estabelecimento interessado entra em contato com o Clinicarx para ativação do serviço e aquisição de equipamentos, insumos e todo pacote de implantação. Aliando tecnologias e expertises nas áreas de farmácia clínica e point-of-care testing, a Plataforma Clinicarx permite implantar esse novo serviço com rapidez e segurança, incluindo:

imagem da ECO Diagnostica

  • Tecnologia POCT: equipamentos e insumos da ECO Diagnóstica;
  • Software online e aplicativo mobile para atendimento ao paciente;
  • Laboratório clínico vinculado, com sistema de garantia da qualidade;
  • Conectividade para emissão de laudo, válido em todo território nacional;
  • Treinamento e capacitação de farmacêuticos e profissionais da saúde;
  • Padronização do serviço e suporte para implantação;
  • Suporte científico e acompanhamento contínuo.

Estão disponíveis mais de 20 exames diferentes, incluindo Beta-HCG, perfil lipídico, hemoglobina glicada e testes rápidos para doenças infecciosas, como Dengue, Hepatite C, Sífilis, Influenza e HIV. Destaca-se a metodologia utilizada para diversos exames, por fluorescência, garantindo confiabilidade superior aos resultados, em comparação a métodos tradicionais como a imunocromatografia.

imagem de uma descrição completa de um serviço de TLR

Interessados em levar o serviço de testes rápidos para sua farmácia ou consultório, podem entrar em contato pelo email: contato@clinicarx.com.br

Saiba mais sobre testes rápidos

Nos últimos anos, a modernização da medicina laboratorial permitiu o desenvolvimento de várias novas tecnologias. Entre elas estão os chamados Point-of-Care Testing (POCT), que são exames rápidos feitos no ponto de cuidado do paciente. Simultaneamente, são também conhecidos no Brasil como Testes Laboratoriais Remotos (TLR) ou simplesmente Testes Rápidos (TR).

Os testes são realizados fora da área de um laboratório de análises clínicas, utilizando pequenos aparelhos portáteis. De fácil utilização, devem ser operados por profissional treinado e legalmente habilitado. O resultado de um teste rápido é obtido em poucos minutos e auxilia, principalmente, o rastreamento em saúde e o acompanhamento de pacientes portadores de doenças crônicas.

Você encontra mais informações no nosso artigo: O que são Testes Laboratoriais Remotos?

Ilustração de quantos farmacêuticos usam Clinicarx

Baixe agora nosso guia de testes rápidos para farmácias

Posso aplicar essa vacina? Como fazer o serviço de vacinação na farmácia

vacinação na farmácia

Sua farmácia já superou toda burocracia de infraestrutura, documentação e licença sanitária. Seu serviço de vacinação finalmente será inaugurado! Os primeiros pacientes começam a aparecer, eles querem saber mais sobre isso, fazem perguntas, decidem tomar uma vacina. Como você deve proceder?

Algumas vacinas podem ser aplicadas na farmácia sem necessidade de receita médica. Segundo a Anvisa, todas as vacinas constantes no PNI (Programa Nacional de Imunizações) podem ser aplicadas diretamente na rede privada, com o paciente pagando pela vacina. Outras vacinas não constam no calendário oficial, por isso necessitam de receita médica. Neste caso, o paciente vai ter que ir ao médico primeiro, antes de tomar a vacina na farmácia.

Podemos fortalecer a cobertura vacinal dos brasileiros. Segundo o Ministério da Saúde, todas as vacinas do calendário do adulto em 2018 ficaram abaixo da meta de cobertura ideal. Portanto, as farmácias tem o dever de entrar nessa luta pela ampliação do acesso e da cobertura vacinal.

Tomar vacinas na farmácia é seguro?

Se você que está lendo este artigo não é farmacêutico(a), fique tranquilo(a). Sabia que o número de farmácias aplicando vacinas no Brasil já é igual ou maior do que o número de clínicas privadas de vacinação?

As farmácias aplicam medicamentos injetáveis há muitos anos. É um serviço tradicional. Além disso, são responsáveis pela guarda de diversos tipos de medicamentos sensíveis, como insulinas e hormônios. A farmácia é um estabelecimento expert em guarda, armazenamento e aplicação de medicamentos, por isso é natural que apliquem também vacinas.

Farmacêuticos que oferecem serviço de vacinação, além de terem feito curso de graduação com 4 a 6 anos de duração, passam por um treinamento obrigatório específico em vacinas. São profissionais preparados e certificados para esse serviço.

Vacinação passo a passo

Passo 1. Analise o estado vacinal

O primeiro passo é verificar quais vacinas são recomendadas para a faixa etária do paciente e qual seu estado vacinal atual para cada uma delas. Os calendários são diferentes para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes, por isso cada paciente pode ter uma necessidade de vacina diferente.

Muitas vezes, as pessoas se esquecem de tomar a segunda ou terceira dose de uma vacina ou simplesmente perdem o registro de uma vacina tomada. Por isso, pergunte sobre doses tomadas. Pessoas não vacinas ou com estado vacinal incompleto precisam completar seu esquema. Lembre-se: vacina dada é vacinação não perdida.

Passo 2. Verifique contraindicações

Muitos profissionais da saúde, infelizmente, ainda aplicam vacinas sem antes perguntar ao paciente sobre possíveis contraindicações.

Cada vacina tem sua especificidade e algumas perguntas de segurança são indispensáveis para uma aplicação segura. São várias situações que precisam ser verificadas antes da aplicação. Por exemplo, pacientes que estão doentes e febris devem adiar a vacinação contra gripe. Pessoas que tomaram vacinas de vírus atenuados não devem tomar outras vacinas semelhantes dentro de 30 dias.

Passo 3. Aplique com segurança

Cada vacina tem seu volume de dose específico, via de administração e locais de aplicação recomendados, portanto devem ser aplicadas com cuidado.

Antes de aplicar, confirme essas informações. Há vacinas de uso por via intramuscular, por exemplo, que não podem ser aplicadas no glúteo, mas apenas no deltóide.

Vacinação rápida e segura

No Clinicarx, elaboramos um sistema único para controle e registro de aplicações de vacinas na farmácia.

O sistema aumenta a segurança do gesto vacinal, informando ao farmacêutico quais vacinas estão recomendadas para o paciente, que doses já tomou, que doses faltam. Automaticamente identifica as características como idade, sexo, gestação e evita orientações incorretas. Além disso, você pode consultar as informações técnicas mais importantes sobre cada vacina.

Selecionada a vacina que o paciente precisa, o sistema irá lhe guiar por algumas perguntas de segurança, alertando sobre situações em que é melhor não aplicar a vacina. Se tudo estiver ok, você seguirá para a aplicação.

Na aplicação, via de administração e local de aplicação são recomendados automaticamente. Não há risco de você aplicar no lugar errado.

Ao final, você fornecerá uma declaração da aplicação ao paciente, sua carteira de vacinação digital e terá todas as informações organizadas para envio ao SI-PNI.

Quando o conhecimento e a experiência do profissional se aliam à tecnologia, os processos se tornam mais simples e seguros. Na correria do dia a dia, você garante que cada paciente/cliente tenha o melhor atendimento. Ele merece.