Como fazer prescrição farmacêutica aos seus pacientes para ter mais resultados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
prescrição farmacêutica

A prescrição farmacêutica é uma das maiores revoluções da profissão dos últimos anos. Ela vem se convertendo em realidade dia após dia, com milhares de profissionais aderindo a esta prática. Na sua farmácia, você faz prescrição farmacêutica?

Quando um pessoa se sente mal, com algum sintoma, o que ela faz? Você talvez imagine que ela vai ao médico ou tome algum medicamento por conta própria. Mas a realidade é outra. Um estudo epidemiológico publicado no Brasil revelou que a maioria (60%) das pessoas não faz nada, apenas espera os sintomas passarem. Entorno de 32% se automedicam e apenas 8% procuram auxílio médico. Portanto, a automedicação ganha da prescrição médica como conduta terapêutica mais comum.

Segundo revisão publicada em 2015, 35% dos adultos brasileiros utilizaram algum medicamento por conta própria nos últimos 15 dias. É uma das taxas de automedicação mais altas do mundo. Os analgésicos, relaxantes musculares e antiinflamatórios são os medicamentos mais usados.

Mas automedicação é ruim, afinal?

Podemos dizer que a automedicação é ruim, mas o autocuidado é bom. Autocuidado significa tomar atitudes para melhor cuidar de si mesmo, seguindo algumas regras que maximizem os benefícios e reduzam os riscos. Tomar medicamentos isentos de receita médica, para cuidar de sintomas e mal-estares menores, seguindo algumas precauções básicas, é autocuidado.

Aí é onde começa o papel do farmacêutico. Segundo dados da Abrafarma cada farmacêutico atende, em média, 10 pessoas por dia que solicitam indicação de medicamentos. Portanto, são 18 milhões de atendimento desse tipo por mês, apenas nas maiores redes de farmácias.

Segundo estudo do IBOPE/Interfarma publicado em 2011, 69% das pessoas procuram pelo farmacêutico quando decidem comprar medicamentos sem receita médica.

Os farmacêuticos são autorizados a prescrever medicamentos para casos de problemas de saúde de baixa gravidade, menores. São produtos cuja venda não exige receita médica. A resolução 586/2013, do Conselho Federal de Farmácia regulamenta essa prática, de modo que beneficia os pacientes e promove o autocuidado apoiado no uso de medicamentos. As farmácias são acessíveis e estão em uma posição estratégica para promover o uso racional dos medicamentos.

Troque sua indicação informal por uma prescrição farmacêutica

A maioria das indicações de medicamentos feitas por farmacêuticos nas farmácias, porém, não gera uma prescrição por escrito.

Isso é ruim, pois passa a idéia de que aquele atendimento é informal e não é um atendimento de saúde, mas apenas uma venda simples. Isso desvaloriza o profissional e pode prejudicar o paciente.

Uma prescrição por escrito, clara e legível, aumenta a segurança do paciente e, portanto, as chances de sucesso do tratamento. É direito do consumidor receber a informação completa sobre o produto que compra, especialmente quando esse produto foi recomendado por um profissional da saúde no próprio lugar dessa compra, a farmácia.

Além disso, é uma questão de marketing do serviço. Entregar uma prescrição escrita significa tangibilizar o serviço e melhorar a experiência do paciente. Isso transmite credibilidade e gera mais confiança e fidelização.

Entregue uma prescrição farmacêutica segura e de qualidade

Nós temos uma preocupação especial com a forma como o farmacêutico irá elaborar sua prescrição.

Primeiro, pensamos em um sistema que permite que o profissional emita prescrições apenas para produtos isentos de receita médica, a fim de evitar erros de legalidade.

São diversas categorias de produtos que um farmacêutico pode prescrever: MIPs, fitoterápicos, dermocosméticos, nutricosméticos, suplementos alimentares, fórmulas magistrais, entre diversas outras.

É um imenso potencial. Nós temos uma base estruturada com mais de 15 mil produtos que um farmacêutico pode prescrever!

Segundo, fornecemos uma ampla biblioteca com mais de 500 prescrições farmacêuticas prontas, para uma série de sinais e sintomas comuns, sensíveis ao cuidado farmacêutico. Você entre com os sintomas do paciente, o sistema cruza com sexo e idade e sugere tratamentos possíveis. Você escolhe o melhor. É a inteligência artificial a seu favor. Simples assim.

Com isso, o profissional fica mais seguro e pode se concentrar no paciente enquanto um software cuida da parte burocrática.

Terceiro, a prescrição gerada tem um design único, bonito e intuitivo, que vai reforçar a autoridade e profissionalismo daquele atendimento. Com isso, aumentam as chances de sucesso do tratamento.

Mude sua prática, seja no balcão ou no consultório farmacêutico. Forneça uma prescrição farmacêutica na próxima vez que um paciente lhe solicitar uma recomendação de tratamento. Seus resultados profissionais nunca mais serão os mesmos.

Se quiser saber mais sobre este assunto, conheça um modelo pronto que desenvolvemos para você levar sua prescrição farmacêutica da teoria à prática.

Sobre nós

Clinicarx é a Plataforma de Serviços Farmacêuticos mais utilizada do Brasil. Nós organizamos tudo para que você ofereça serviços de saúde em sua farmácia.

Post Relacionados

Experimente grátis por
30 dias

Acompanhe

O que é o Clinicarx?

EXPERIMENTE O CLINICARX AGORA MESMO POR 30 DIAS!

2019 Clinicarx, todos os direitos reservados. Política de Privacidade   Edifício Fleming – Av. Mal. Humberto de Alencar Castelo Branco, 131 – Curitiba/PR  |   CNPJ: 26.740.121/0001-63