Quinta-Feira, 18 de Julho de 2024
7 fatos importantes sobre vírus respiratórios que você precisa saber

7 fatos importantes sobre vírus respiratórios que você precisa saber

Picture of <span class="artigo-escrito">Artigo escrito por: </span>Marcela Mazetto

Artigo escrito por: Marcela Mazetto

Todos os meus artigos

Com a troca de estação e queda de temperaturas, é natural que o organismo humano sofra um pouco com essa adaptação bruta, principalmente pela maior propagação dos vírus causadores de doenças respiratórias.

Mas, o quanto você conhece sobre vírus respiratórios? Existem muitos outros motivos além do desconforto corporal e a tosse constante.

Confira abaixo nossas dicas para se cuidar e fortalecer sua saúde!

7 fatos importantes sobre vírus respiratórios que você precisa saber!

7 fatos importantes sobre vírus respiratórios que você precisa saber!

1 – Muito além da gripe

Com sintomas parecidos e alta contaminação, são muitas as doenças respiratórias que podem acontecer em crianças, jovens e adultos, onde algumas das mais famosas, são:

  • Adenovírus: atacam principalmente os órgãos respiratórios, mas, também são responsáveis pela conjuntivite e infecções no intestino. Os sintomas são leves;
  • Bocavírus: doença que afeta principalmente crianças, os casos costumam ser leves, onde febre, tosse e ruídos respiratórios são comuns;
  • Coronavírus: mesmo que tenha ficado famosa com a SARS-COV-2, que provocou a pandemia de covid-19, as demais cepas e variantes já têm sido estudadas há muito tempo pela medicina. Podem gerar efeitos leves como febre e dores corporais, mas, também ocasionam sérios problemas respiratórios e em outras funções corporais;
  • VSR: o vírus sincicial respiratório foi responsável por 30% das doenças respiratórias no Brasil durante os 3 primeiros meses de 2023, conforme dados do Ministério da Saúde, onde em sua maioria, mais precisamente 95% dos atingidos são bebês e crianças entre 0 até 4 anos de idade. Os sintomas são similares ao da gripe comum, porém, que quando não tratados, pode levar os mais novos e grupos imunossuprimidos a óbito;
  • Rinovírus: causador do resfriado que faz parte do dia a dia de muitas pessoas, apresenta sintomas simples, porém, quando não tratados, podem ocasionar doenças mais graves como pneumonia.

A “simples gripe” que está sentindo pode ser muito além disso, portanto, se prevenir e fortalecer o sistema imunológico é um dos primeiros passos para ter uma saúde de ferro!

2 – Diferença entre gripe e resfriado

Engana-se quem pensa que a gripe e o resfriado são a mesma coisa! 

Veja abaixo a diferença entre um e outro:

  • Gripe: é derivada do vírus influenza, dura cerca de 10 dias, costuma afetar o pulmão inteiro e tem sintomas fortes como dores corporais, tosse, coriza e cansaço;
  • Resfriado: já o resfriado dura cerca de 5 dias, tem efeitos colaterais mais leves e não costuma gerar febre, além de afetar apenas a parte superior do sistema respiratório.

Portanto, se estiver com dores constantes e os sinais citados acima há algum tempo, visite seu médico o quanto antes para ser medicado contra a gripe ou demais possibilidades.

3 – Crises alérgicas

As crises alérgicas podem ser causadas por várias razões: picadas de insetos, determinados alimentos, medicamentos e contato com microrganismos como fungos, ácaros e poeira.

Os sintomas também são diferentes de acordo com o agente causador, mas, geralmente afetam o trato respiratório e intestinal.

Quando falamos sobre a alergia respiratória, as áreas mais afetadas são a garganta, os brônquios e o nariz, o que dificulta a respiração.

As mais conhecidas são a rinite, a sinusite, asma e a bronquite, onde seus sintomas são bem parecidos entre si:

  • Espirros;
  • Coriza;
  • Tosse;
  • Congestão nasal;
  • Olhos ardendo.

Se você não sabe bem ao certo se está enfrentando uma crise alérgica ou uma gripe, é importante que observe se há a presença de febre. Esse sinal simboliza uma infecção mais grave, portanto, procure um médico o quanto antes!

4 – Testes rápidos

7 fatos importantes sobre vírus respiratórios que você precisa saber!

Ainda conforme o tópico anteriormente apresentado, existem formas muito rápidas e simples de saber exatamente se o que você possui é uma doença respiratória ou apenas um resfriado!

Com os testes rápidos você pode identificar muito além da covid-19, mas, obter o diagnóstico de outras doenças respiratórias, reduzindo o desenvolvimento no organismo e a transmissão para outras pessoas.

Super confiáveis e facilmente acessíveis em farmácias da sua região, o resultado costuma ficar pronto em até 15 minutos.

Depois disso, a avaliação deve ser feita por um especialista, onde fará a recomendação dos medicamentos mais certeiros conforme cada caso e cada doença identificada.

Quer agendar o seu? Aqui no site da Clinicarx você tem acesso as farmácias mais próximas de você que fazem vários testes rápidos para cuidar cada vez mais de sua saúde! 

5 – Grupos de risco

Muito se fala sobre os grupos de risco, principalmente após a pandemia de covid-10. Mas, afinal, o que determina que certas pessoas estão dentro dessa classificação ou não?

  • Bebês e crianças: não possuem o sistema imunológico completamente desenvolvido, dessa forma, têm maiores dificuldades de recuperação de algumas doenças;
  • Grávidas: pelas constante modificações no organismo por conta da gestação, ficam mais vulneráveis às doenças, afetando tanto a mãe quanto o feto;
  • Idosos: pela saúde mais fragilizada, o corpo dessa faixa etária precisa de maiores esforços para desenvolver resistência contra as doenças e enfermidades.

6 – Influência da estação

As estações com temperaturas muito extremas, sejam elas geladas ou muito quentes, podem influenciar o sistema imunológico.

Quando o clima está muito frio, seco e baixa umidade, há o ressecamento das mucosas e das vias aéreas, o que aumenta a suscetibilidade dos vírus respiratórios e bactérias no organismo.

Mas, o que fazer para reduzir as chances de ficar doente? Veja o tópico a seguir. 

7 – Prevenção e cuidados

Agora que você já sabe mais sobre os vírus respiratórios, suas diferenças e especificidades, também precisa saber como se prevenir e fortalecer seu organismo.

Confira abaixo o guia completo para fortalecer suas barreiras:

  • Tome bastante água e mantenha seu corpo sempre hidratado;
  • Evite fumar ou frequentar ambientes com poeira ou fumaça;
  • Reduza o consumo de álcool;
  • Abra as janelas e mantenha o ambiente sempre bem arejado para evitar a proliferação de bactérias e dos vírus respiratórios;
  • Lave suas mãos frequentemente ou use álcool em gel;
  • Atualize sua carteira de vacinação;
  • Use máscara quando desconfiar que está doente, lembre-se de cuidar das pessoas ao seu redor;
  • Invista em hábitos saudáveis como boas noites de sono, alimentação equilibrada e a prática constante de exercícios físicos.

Depois desses 7 fatos importantes sobre vírus respiratórios que você precisa saber, o que você tem feito para ter uma saúde mais fortalecida? 

Talvez esse seja o momento de começar a adotar hábitos mais saudáveis não somente para a prevenção de doenças, mas também para uma vida mais feliz e duradoura!

Continue acompanhando o blog da Clinicarx para obter informações, novidades e dicas para aplicar em seu dia a dia!

Compartilhe

Gostou do artigo? Compartilhe em duas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Sumário

Veja essas outras categorias

Veja outros artigos

Outros conteúdos que você pode gostar

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias para personalizar e melhorar a sua experiência conosco. Para mais informações sobre cookies bem como para exercer o seu direito de desabilitá-los, consulte nossa Política de Privacidade.  Ao clicar em aceitar, você concorda com todos os cookies.