Sábado, 25 de Maio de 2024

Saúde da criança: cuidados, doenças e mais!

<span class="artigo-escrito">Artigo escrito por: </span>Marcela Mazetto

Artigo escrito por: Marcela Mazetto

Todos os meus artigos

Segundo dados do Ministério da Saúde, entre os anos 1990 e 2018, houve uma queda nos números de mortalidade infantil, onde a quantidade de 47,1 passou para 13,1 mortes entre 1 mil nascidos vivos.

Ou seja, esses dados nos mostram a crescente preocupação e ações realizadas tanto pelo governo quanto pela população para garantir mais saúde da crianças e qualidade de vida em nosso país.

Mas, quais são os cuidados que precisam ser tomados para potencializar a imunidade dos pequenos? Saiba mais abaixo!

Saúde da criança: quais são os cuidados necessários?

Saúde da criança cuidados necessários

Existem alguns hábitos e ações que precisam estar no radar dos pais ou dos tutores para que se tenha uma maior qualidade de vida com os pequenos, desde os primeiros meses até as idades mais avançadas.

Abaixo, veja alguns desses pontos e comece o quanto antes essa mudança:

1 – Atualize a caderneta de vacinação

Para que a saúde e a imunidade na fase da infância estejam sempre em dia, é essencial que o caderno de vacinas fique sempre atualizado e dentro do tempo certo.

Por isso, siga o calendário de vacinação, independente se é a primeira dose ou as outras recorrentes.

Vale a pena destacar que esses imunizantes garantem não somente a saúde do pequeno, mas também dos idosos, adultos e outras crianças com quem convivem, reduzindo as chances de ser um agente transmissor de doenças.

Quer atualizar as doses de vacinas? A Clinicarx te ajuda com o agendamento das aplicações nas farmácias mais próximas de você!

2 – Saúde bucal em dia 

Não é preciso esperar até que os primeiros dentes surjam para que os cuidados orais se iniciem, assim, a saúde da criança já possui ações iniciais já introduzidas em seu dia a dia de forma automática e natural.

É importante destacar que uma boa higiene bucal tem relação direta com a imunidade dos pequenos, por isso, é preciso:

  • Estimular o uso da escova de dentes 3 vezes ao dia;
  • Inserir o hábito do fio dental diariamente para a prevenção de cáries e outras doenças;
  • Ter cuidado com o uso da chupeta de maneira moderada, do contrário, pode acontecer a má formação dos dentes.

Quantas dessas ações você tem incluído na rotina da saúde da criança de sua casa? Não perca tempo e insira esses hábitos para uma imunidade mais alta e forte.

3 – Alimentação saudável e nutritiva

Uma alimentação equilibrada e com todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento do corpo humano é uma das principais questões que devem estar presentes no dia a dia das crianças.

Além disso, o aleitamento materno é indicado de forma exclusiva até os 6 meses de idade, garantindo todas as vitaminas e benefícios que os pequenos precisam para essa fase da vida.

Depois disso, há o início da introdução alimentar, onde comidas frescas, frutas e verduras devem ser prioridade, deixando de lado alimentos processados ou itens com muito açúcar.

Novos ingredientes devem ser inseridos no dia a dia dos pequenos de maneira gradual e conforme a indicação médica.

4 – Observe os sinais de estresse e ansiedade

Engana-se quem pensa que a ansiedade e estresse só afetam pessoas adultas, na verdade, dados da USP revelam que 10% da saúde da criança têm ou vão ter alguma dessas enfermidades psicológicas.

Por isso, é preciso observar com cuidado e atenção os sintomas que podem tanto ser bem claros quanto imperceptíveis no dia a dia.

Converse sobre o dia a dia, pergunte se há algo que está incomodando-o e fique de olho em mudanças muito bruscas de comportamento.

5 – Estímulo cognitivo

Inserir brincadeiras educativas e interação social e mental é outro passo que precisa estar no planejamento dos pais, ação que deve ser feita quando ainda possuem meses de vida.

Sem ideias do que fazer? Confira abaixo algumas dicas para inserir diariamente na rotina da criança:

  • Dê brinquedos para estimular o tato, a coordenação motora, a mente e a afetividade;
  • Introduza a criança em ciclos sociais para ter contato com a fala, com diferentes tipos de personalidades e para criar a ambientação com um universo diferente;
  • Incentive os exercícios físicos desde cedo, o que aumenta a imunidade, combate ao sobrepeso e reduz a chance de sedentarismo.

Todos esses hábitos, que podem parecer simples e pequenos, são muito importantes a longo prazo para a criança, tanto mentalmente quanto fisicamente.

6 – Acompanhamento médico

Para que todos os pontos anteriores e tantos outros sobre a saúde da criança estejam atualizados, é preciso que aconteça o acompanhamento médico constante, assim como os exames de rotina.

Nas consultas mais recorrentes, questões como a prevenção de doenças ou o tratamento delas é realizado, assim como a necessidade de exames mais profundos em casos específicos.

7 – Noites bem dormidas

Da mesma forma como o ponto abordado anteriormente, não são somente os adultos que precisam de boas noites de sono: é preciso que as crianças também tenham esse benefício diariamente.

São muitos os benefícios que podem ser visualizados no dia a dia, como:

  • Mais atenção;
  • Melhora do comportamento e menos irritação;
  • Memória mais forte;
  • Maior equilíbrio emocional.

Mas, o que fazer para melhorar a qualidade do sono das crianças? Veja abaixo algumas dicas do que fazer:

  • Coloque-o para dormir no seu quarto e evite dormir junto para não criar essa dependência;
  • Leve a criança para a cama apenas para dormir, associando-a ao momento de descansar e dormir;
  • Determine um horário de sono e insira na rotina diária, inclusive durante os finais de semana;
  • Evite o consumo de alimentos ou bebidas estimulantes, como chocolate, refrigerantes ou café/
  • Crie o ambiente propício para o sono: reduza os ruídos, as luzes e a atividade dentro de casa.

8 – Cuidado com a exposição solar

Por fim, outro ponto que pode ser facilmente negligenciado é a exposição solar, seja ela a longo prazo ou não.

Sem a proteção adequada com o uso de protetor solar, chapéus ou tomar sol demais, há grandes chances do desenvolvimento de câncer de pele.

Lembre-se de passar filtro solar cerca de 30 minutos antes do contato com o sol, além da reaplicação a cada duas horas, principalmente quando em contato com a água ou em sudorese excessiva.

Ah, protetor solar só pode ser aplicado em crianças acima de 6 meses, nesse caso, o cuidado com a exposição solar deve ser redobrado!

Quais são as ações que você já faz na sua rotina ou vai inserir daqui pra frente? Não deixe de comentar abaixo aqui no blog da Clinicarx.

Além disso, continue acompanhando nossos conteúdos para manter-se sempre bem informado sobre saúde e bem estar!

Compartilhe

Gostou do artigo? Compartilhe em duas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Sumário

Veja essas outras categorias

Veja outros artigos

Outros conteúdos que você pode gostar

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias para personalizar e melhorar a sua experiência conosco. Para mais informações sobre cookies bem como para exercer o seu direito de desabilitá-los, consulte nossa Política de Privacidade.  Ao clicar em aceitar, você concorda com todos os cookies.