Sábado, 25 de Maio de 2024
A importância da vacina para sua saúde: mantenha-se atualizado!

A importância da vacina para sua saúde: mantenha-se atualizado!

<span class="artigo-escrito">Artigo escrito por: </span>Marcela Mazetto

Artigo escrito por: Marcela Mazetto

Todos os meus artigos

Uma das melhores e mais eficazes maneiras de se prevenir de doenças é por meio da vacinação, que começa desde bebê, quando criança, na fase adulta e em todo o decorrer da vida.

É preciso estar atento sobre quais são os imunizantes que precisam ser aplicados durante cada faixa etária, ampliando a proteção contra enfermidades e suas variações.

Conforme dados da própria OMS – Organização Mundial da Saúde –, a vacinação atua na prevenção de 3,5 a 5 milhões de mortes anualmente, o que comprova mais ainda a relevância dessa ação o quanto antes!

Se você ainda quer saber mais sobre a importância da vacina para sua saúde, leia mais informações abaixo e corra para atualizar a sua caderneta o quanto antes!

Qual a importância da vacina?

Importância da vacina para as pessoas: você sabe como funciona?

A importância da vacina para a saúde é de proteger o organismo contra doenças antes mesmo que se tenha o contato com elas, tudo isso de uma forma eficaz, simples e segura.

Ao tomar os imunizantes, o seu organismo “treina” o corpo para que possua anticorpos, o processo que aconteceria naturalmente – porém com todos os efeitos colaterais -, quando se contrai alguma enfermidade. 

Porém, isso é feito por meio da doença “morta”, o que não causa os sintomas e nem coloca a vida das pessoas em nenhum tipo de risco. 

Ficou curioso para entender como funciona essa ação de resposta de seu corpo? Confira abaixo como é esse processo:

  1. O corpo entende que há um microrganismo novo;
  2. Depois disso, começa a trabalhar para produzir os anticorpos para que possa combater a doença;
  3. Após essa ação, ele possui a memória dessa enfermidade e sabe exatamente o que fazer para eliminá-la do corpo.

Quando tomamos uma ou mais doses de vacinas durante os anos, temos a proteção constantemente atualizada por mais tempo, prevenindo com que as doenças tenham formas mais fortes em nosso organismo.

Principais vacinas que devem ser tomadas

Agora que você sabe mais sobre a importância de ter todas as doses atualizadas de sua carteira de vacinação, veja abaixo alguns dos principais imunizantes que devem ser aplicados:

Pentavalente

Vacina usada para imunização de crianças a partir de 2 meses, ela atua contra:

  • Hepatite B;
  • Difteria;
  • Coqueluche;  
  • Tétano.

Ela possui em sua aplicação três doses, que têm o período de intervalo de 60 dias entre uma e outra.

Hepatite A

Porque você deve se vacinar o quanto antes!

Esse imunizante deve ser aplicado em crianças com 2 anos de idade. 

A hepatite A acontece quando há a inflamação no fígado, que é provocada pelo vírus de mesmo nome da doença.

Os principais sintomas que podem ser observados, são:

  • Cansaço extremo;
  • Perda de apetite;
  • Vômito;
  • Enjoos;
  • Pele amarelada;
  • Urina escura;
  • Coceira,

A contaminação acontece normalmente:

  • Pelo consumo de água contaminada;
  • Não lavar as mãos corretamente;
  • Contato com fezes contaminadas.

HPV

Aplicada tanto em homens, quanto em mulheres, a vacina da HPV é usada para a prevenção dos quatro tipos existentes do papilomavírus humano.

Esse vírus é transmitido via relação sexual desprotegida e costuma provocar tumores no ânus, no pênis, na vulva e câncer de colo de útero.

A vacina é altamente recomendada que seja aplicada entre os 9 até os 26 anos, principalmente para quem não possui vida sexual ativa, garantindo uma maior proteção ao organismo se em contato com o vírus.

É importante ressaltar que a aplicação do imunizante não descarta o uso do preservativo, que previne o contato de outras ISTs.

Rotavírus

A vacina do rotavírus previne contra a doença de mesmo nome. 

Ela apresenta a diarreia como um dos sintomas mais frequentes, efeito colateral decorrente do microrganismo.

É recomendada para bebês entre 2 até 4 meses de idade.

A primeira dose deve ser aplicada até os 3 primeiros meses após o nascimento, enquanto a última deve ser feita no máximo até os 7 meses.

Varicela Unidose

Chamada também de catapora, a varicela é causada por vírus, sendo assim, sua contaminação acontece de forma muito rápida.

A vacina é indicada para crianças de 1 ano de idade, sendo preciso a aplicação de duas doses.

Os principais sintomas dessa doença incluem:

  • Bolinhas de infecção em todo o corpo;
  • Coceira corporal;
  • Febre;
  • Mal estar;
  • Perda de apetite.

Meningo C

A vacinação da Meningo C previne contra a meningite, doença muito comum em crianças com menos de 5 anos. Ela causa a inflamação das membranas ao redor do cérebro.

Deve ser aplicada aos 3 anos de idade, enquanto a segunda dose acontece aos 5 meses.

Os efeitos colaterais da doença incluem:

  • Dor de cabeça e no corpo;
  • Febre;
  • Rigidez na nuca;
  • Falta de fome;
  • Mal estar;
  • Vômitos.

Poliomielite

Indicada para a prevenção contra a poliomielite, pode ser causada pelos vírus do tipo 1, 2 e 3.

A vacinação é recomendada para crianças a partir dos 2 anos de idade até 5 anos de idade. Ela é aplicada em dois formatos de forma simultânea:

  • Líquida;
  • Agulha. 

É primordial destacar a importância da vacinação contra a poliomielite, vírus que quando não tratado, pode causar paralisia corporal.

Influenza

A vacina contra a gripe pode e deve ser aplicada em bebês com 6 meses de idade, além de para todas as outras faixas etárias conforme o calendário de vacinação.

Ela previne contra os formatos mais graves da doença, onde os sintomas no organismo são muito mais leves e passageiros, como:

  • Dores de cabeça e no corpo;
  • Coriza;
  • Ardência nos olhos;
  • Febre.

Essas são apenas algumas das vacinas que precisam ser tomadas pela população. Vá até o postinho mais próximo de sua cidade ou faça o agendamento na farmácia mais próxima pelo site da Clinicarx.

Lá, você pode tirar todas as suas dúvidas sobre a importância da vacina, sobre doenças e quaisquer assuntos relacionados a sua saúde e de sua família.

Cuidados pós vacinação

Recebeu alguma das vacinas acima? É a hora de tomar alguns cuidados extras após esse processo. Veja quais são eles abaixo:

  • Use compressas frias no local para o alívio das dores ou da inflamação;
  • Não aplique cremes, pomadas ou curativos no local;
  • Não coce;
  • Lave apenas com água e sabão neutro.

É natural que um dos efeitos colaterais seja um pouco de mal estar aconteça após a aplicação, portanto, não se preocupe!

Gostou desse conteúdo? Continue acompanhando o blog da Clinicarx para saber mais sobre cuidados do dia a dia, prevenção contra doenças e saiba como ter mais qualidade de vida.

Compartilhe

Gostou do artigo? Compartilhe em duas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Sumário

Veja essas outras categorias

Veja outros artigos

Outros conteúdos que você pode gostar

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias para personalizar e melhorar a sua experiência conosco. Para mais informações sobre cookies bem como para exercer o seu direito de desabilitá-los, consulte nossa Política de Privacidade.  Ao clicar em aceitar, você concorda com todos os cookies.