Sábado, 25 de Maio de 2024

Dia Mundial de Combate a Obesidade: cuidados e prevenção!

<span class="artigo-escrito">Artigo escrito por: </span>Marcela Mazetto

Artigo escrito por: Marcela Mazetto

Todos os meus artigos

O Dia Mundial de Combate à Obesidade, que acontece 11 de outubro, é uma data dedicada a aumentar a conscientização sobre essa enfermidade, seus efeitos na saúde e a importância de adotar medidas para prevenir e tratar essa condição. 

Segundo dados do Ministério da Saúde de 2022, 6,7 milhões de pessoas no Brasil são afetadas pelo sobrepeso, o que mostra ainda mais a necessidade de cuidado e tratamento contínuo para a redução desse número.

Muito disso é efeito colateral da própria pandemia, onde com o isolamento social houve a redução da prática de exercícios físicos, aumentando grandemente os índices da doença.

Aqui neste artigo, você saberá mais sobre a importância desse dia, os principais desafios relacionados à obesidade e as estratégias para prevenir e combater essa condição.

A origem do dia mundial do combate à obesidade

Como prevenir a obesidade?

O Dia Mundial de Combate à Obesidade foi criado em 1997 pela International Obesity Task Force (IOTF) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), onde a data escolhida foi 11 de outubro.

O objetivo principal do Dia Mundial de Combate à Obesidade é aumentar a conscientização sobre essa doença como um problema de saúde global, além de destacar a necessidade de prevenção e tratamento adequados. 

A obesidade tem se tornado uma epidemia mundial que não escolhe rosto, nacionalidade ou personalidade.

Essa data também oferece uma oportunidade para educar as pessoas sobre os riscos associados à obesidade, como:

  • Doenças cardiovasculares,
  • Diabetes tipo 2, 
  • Hipertensão.

Além disso, também incentiva mudanças comportamentais e a adoção de hábitos saudáveis na população.

Quais são os desafios da obesidade?

A preocupação não se restringe apenas ao Brasil, na verdade, dados da Federação Mundial da Obesidade preveem que 51% da população mundial será obesa até o ano de 2035 caso mudanças não sejam aplicadas.

E como já citado anteriormente, é importante destacar que essa doença afeta pessoas de todas as idades, faixas econômicas ou demais variações.

São muitos os fatores que podem impulsionar o aumento do peso, onde alguns deles são:

  • Alimentação inadequada;
  • Sedentarismo;
  • Questões genéticas;
  • Depressão e outras doenças psicológicas.

Essa enfermidade também apresenta desafios significativos para a saúde pública, sobrecarregando os sistemas de saúde e aumentando os custos associados ao tratamento de doenças relacionadas.

Você sabe se está no peso ideal para seu organismo? Faça o exame de bioimpedância e tenha uma noção mais certeira sobre a sua massa magra e gordura acumulada!

O que você tem feito para se cuidar? Pode ser que esse conteúdo chegou em você a tempo para que possa repensar seus hábitos e começar a adotar uma rotina mais saudável e benéfica tanto para o seu corpo, quanto para sua mente!

Como prevenir a obesidade?

A prevenção e o combate à obesidade exigem ações muito além de apenas uma dieta ou o emagrecimento rápido.

Confira abaixo algumas estratégias eficazes que você pode inserir durante seu dia a dia:

Reeducação alimentar 

Um dos primeiros passos é começar uma reeducação alimentar. E é válido destacar que engana-se quem pensa que isso significa comer pouco ou quase nada!

Na verdade, ela precisa ser equilibrada e rica em:

  • Frutas, 
  • Legumes, 
  • Grãos integrais 
  • Proteínas magras,
  • Redução do consumo de alimentos ultraprocessados e ricos em açúcares;
  • Gorduras saturadas,
  • Excesso de sódio.

É o momento de ter um prato cheio de cores, com muitas folhas verdes, carnes (de origem animal ou vegetal), além de ingerir bastante líquidos durante o dia, principalmente água.

Além disso, vale a pena verificar se você não possui nenhum tipo de restrição ou alergia alimentar que pode estar prejudicando a funcionalidade do seu corpo!

Por meio do teste de intolerância alimentar você tem um diagnóstico completo sobre seu corpo e entende o que pode estar afetando de forma negativa sua funcionalidade.

Estímulo à atividade física

Alinhado a uma alimentação equilibrada está a prática regular de atividades físicas!

São muitas as possibilidades que você pode incluir em seu dia a dia, como:

  • Caminhadas, 
  • Corridas, 
  • Natação, 
  • Dança,
  • Musculação;
  • Judô.

Além disso, você pode praticar vários deles em diferentes espaços, como parques, ciclovias, praças públicas ou chamar um amigo para movimentar o corpo.

Esse processo não precisa ser chato ou como uma obrigação: comece devagar e vá aumentando a intensidade conforme suas habilidades se desenvolvem e você se sente mais à vontade com as práticas adotadas.

Realizar a avaliação corporal antropométrica também é outro exame que deve estar na sua lista para entender suas medidas corporais e estabelecer suas metas físicas!

Regulamentação de políticas públicas 

Existem muitas políticas públicas que precisam ser adotadas pelos governos para reduzir e prevenir a obesidade na população, como:

  • Restringir a publicidade de alimentos não saudáveis nos canais de mídia;
  • Promover e incentivar práticas públicas de esporte na cidade;
  • Incentivo a exames e consultas médicas constantes.

Um governo que se preocupa com as pessoas e incentiva práticas saudáveis é um dos primeiros passos para que essa mudança comece a acontecer por entre a população.

Apoio psicossocial

Outro ponto que não é muito explorado mas que é essencial no processo de tratamento da obesidade é o suporte emocional e psicológico às pessoas com obesidade.

É preciso ajudá-las a lidar com questões relacionadas à autoestima, preconceito e ansiedade, afinal, essa é uma enfermidade que ainda é muito pouco debatida em nossa sociedade. 

O suporte de profissionais de saúde, nutricionistas e psicólogos é fundamental nesse processo, além da família e dos amigos.

Comece hoje mesmo!

O Dia Mundial de Combate à Obesidade é uma oportunidade para destacar a importância de prevenir e tratar essa condição, além de ser um ótimo lembrete para quem deseja mudar de vida, mas precisa de um incentivo especial. 

A conscientização e a adoção de hábitos saudáveis são essenciais para combater a obesidade e promover uma melhor qualidade de vida. 

Além disso, por meio da educação, políticas públicas efetivas e apoio à saúde mental, é possível enfrentar os desafios da obesidade e promover uma sociedade mais saudável e equilibrada.

Compartilhe

Gostou do artigo? Compartilhe em duas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Sumário

Veja essas outras categorias

Veja outros artigos

Outros conteúdos que você pode gostar

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias para personalizar e melhorar a sua experiência conosco. Para mais informações sobre cookies bem como para exercer o seu direito de desabilitá-los, consulte nossa Política de Privacidade.  Ao clicar em aceitar, você concorda com todos os cookies.