Sábado, 25 de Maio de 2024

PSA: 7 coisas que todo homem deve saber sobre o exame

<span class="artigo-escrito">Artigo escrito por: </span>Cassyano Correr

Artigo escrito por: Cassyano Correr

Farmacêutico. Mestre em Ciências Farmacêuticas. Doutor em Medicina Interna.

Todos os meus artigos

O exame de PSA, ou antígeno prostático específico, é um teste de sangue comumente realizado em homens a partir de 45 anos de idade para avaliar a saúde da próstata. Embora seja um exame bastante importante, muitos homens têm dúvidas sobre o que é, para que serve e como é realizado. 

Neste artigo, vamos responder as sete principais dúvidas sobre este exame!

saude homem psa
O exame de PSA é um teste de sangue realizado em homens a partir de 45 anos de idade para avaliar a saúde da próstata.

1. O que é o exame de PSA e para que serve?

É um teste de sangue que verifica os níveis de PSA no organismo. O PSA é uma proteína produzida pela glândula da próstata, que é uma parte do sistema reprodutivo masculino. Ela ajuda a lubrificar o sêmen, permitindo que os espermatozoides se movam livremente. No entanto, altos níveis dessa proteína no sangue podem ser um sinal de problemas na próstata, como inflamação ou câncer. Portanto, o exame de é realizado para avaliar a saúde da próstata e identificar possíveis problemas no início.

2. Quais são os valores normais?

Os valores normais de PSA variam com a idade do homem e podem ser afetados por outros fatores, como a própria saúde da próstata e até mesmo o uso de medicamentos. Em geral, os valores normais são considerados abaixo de 4 ng/mL (nanograma por mililitro). No entanto, é importante lembrar que cada laboratório pode ter seus próprios valores de referência, então é sempre importante verificar no laudo e com o seu médico qual é o intervalo de normalidade para o seu exame específico.

3. Quais são os principais fatores de risco e possíveis causas de alterações nos níveis de PSA?

Variações nos níveis do exame podem ser causadas por vários fatores, incluindo problemas na próstata, como inflamação ou câncer.

Os principais fatores de risco que alteram os níveis são:

  • Idade: os níveis tendem a aumentar naturalmente com a idade.
  • Histórico familiar de câncer de próstata: os homens com parentes de primeiro grau (pai, irmão ou filho) com câncer de próstata têm um risco maior de desenvolver o câncer e, portanto, podem ter níveis mais elevados.
  • Raça: homens negros têm um risco maior de desenvolver câncer de próstata e, portanto, podem ter níveis mais elevados.
  • Obesidade: os homens obesos têm um risco maior de desenvolver câncer de próstata e, portanto, podem ter níveis mais elevados.
  • Prostatite: que é uma inflamação da próstata que pode aumentar os níveis.

4. Quais são os possíveis sintomas de quem apresenta alterações?

Muitas vezes, não há sintomas evidentes, no entanto, em alguns casos, os homens com níveis mais elevados de proteína prostática específica podem apresentar dificuldade para urinar, jato de urina fraco, dor ao urinar ou ao ejacular e dor na região pélvica. Se você estiver experimentando algum desses sintomas, é importante consultar um médico para avaliar a causa e encontrar um tratamento adequado.

5. Como é realizado o exame de PSA?

O exame de PSA é simples, basta coletar uma amostra de sangue do paciente e enviá-la para um laboratório para análise. No exame convencional, o resultado leva alguns dias para ficar pronto.

O exame também pode ser realizado na farmácia ou no consultório na forma de um teste rápido, seguro e eficiente, apenas com algumas gotas de sangue da ponta do dedo e resultados em minutos.

Antes de realizar o exame, o paciente deve seguir algumas orientações, como não fazer exercícios físicos intensos na véspera do exame, não andar de bicicleta, andar a cavalo ou moto e não ter relações sexuais pelo menos 48 horas antes da coleta de sangue.

6. Quais são os possíveis resultados do exame de PSA e o que eles significam?

Níveis normais de PSA: se os níveis de PSA estiverem dentro do intervalo de normalidade para a idade do paciente, isso é um sinal de que a próstata está saudável. No entanto, é importante lembrar que o exame de PSA não é infalível e, mesmo com níveis normais, é possível que o paciente tenha algum problema na próstata.

Níveis elevados de PSA: se os níveis de PSA estiverem acima do intervalo de normalidade, isso pode ser um sinal de problemas na próstata, como inflamação ou câncer. No entanto, é importante lembrar que o exame de PSA é apenas um indicador e, para confirmar o diagnóstico, é necessário realizar outros exames, como biópsia da próstata.

7. Medicamentos podem alterar o PSA?

A resposta é sim.

Existem medicamentos que diminuem o tamanho da próstata e consequentemente a quantidade de PSA. Um deles é a finasterida, muito usado para a queda de cabelo. Essa medicação também é utilizada para tratar a hiperplasia da próstata benigna (aumento da próstata). Homens que ingerem regularmente aspirina, outros tipos de antiinflamatórios (não-esteroidais), diuréticos e até mesmo medicações para o colesterol, podem apresentar níveis de PSA significativamente menores. Por isso, caso esteja utilizando qualquer medicação, não esqueça de sinalizar antes da coleta do exame.

Em resumo, o exame de PSA é um importante teste de sangue para avaliar a saúde da próstata em homens a partir de 45 anos de idade. Embora existam muitas dúvidas sobre o exame, esclarecer as principais questões pode ajudar os homens a entender melhor o que é o exame de PSA e por que ele é importante. Se você tiver mais dúvidas sobre o exame de PSA ou sobre a saúde da próstata em geral, não hesite em conversar com o seu médico.

Compartilhe

Gostou do artigo? Compartilhe em duas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
4.3 3 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Sumário

Veja essas outras categorias

Veja outros artigos

Outros conteúdos que você pode gostar

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias para personalizar e melhorar a sua experiência conosco. Para mais informações sobre cookies bem como para exercer o seu direito de desabilitá-los, consulte nossa Política de Privacidade.  Ao clicar em aceitar, você concorda com todos os cookies.